sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

H.S.V.P. | Gestão Pavan-misterioso fez da clínica médica do São Vicente um AÇOUGUE

Três casos absurdamente desumanos, um pela total incompetência, e outros dois pela negligência financista



Na semana passada um jovem convalescia há cinco dias na enfermaria, com diagnóstico e tratamento para combater uma infecção urinária, sendo que o paciente estava com uma apendice já em estado de necrose dentro do organismo dele, problema resolvido por uma cirurgia quase que interventiva por iniciativa do dr. Alcemar de Mattos.

No momento em que escrevo este texto, dia 12 de janeiro de 2018 as 14:19 h, a senhora Ivanete da Silva Monteiro e o senhor Daniel Vieira estão em vias de perderem seus membros inferiores, não pelos problemas vasculares que ambos sofrem, mas pela negligência da direção do hospital, que não move uma palha para acionar o cirurgião vascular, que segundo dizem, somente tem aparecido no hospital para receber a grana gorda que a prefeitura está injetando.

Os dois pacientes que se enquadram na categoria do desprezo social, negros, pobres e periféricos, estão há CINCO DIAS esperando providências, salientando ainda que a precariedade do atendimento SUS do hospital chegou a um patamar inaceitável se considerarmos que neste momento não há NENHUM MÉDICO dentro do hospital. para sequer tentar contato com o médico plantonista do Hospital São José do Avaí, em Itaperuna.

Não foi por falta de aviso, esses abutres-financistas da Redentor-que-não-se-redimem somente chegaram no H.S.V.P. visando seus interesses privados/lucrativos, como todo modelo de “livre iniciativa” praticado no Brasil, os empreendedores oportunistas “investem” em uma instituição pública ou filantrópica, recuperando com dinheiro público, para sucatearem o serviço público, em detrimento do sucesso do atendimento particular.


Nenhum comentário:

Postar um comentário