quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

2018 inicia com R$ 1.4 milhões para Mutum e mais de 600 inscritos no processo seletivo da Sec. Educação

Ainda teremos outros quatro milhões para o projeto de saneamento rural nos distritos



Mesmo contestados os três dias de inscrição final do processo seletivo, nos dias 27, 28 e 29 de dezembro, o alcance foi plenamente satisfatório, até mesmo surpreendente para alguns, restando agora o andamento final do processo que deverá ser concluído na primeira semana de fevereiro.

Os recursos federais para construção de uma nova Estação de Tratamento de Água no Mutum já estão depositados em conta, algo em torno de R$ 1.4 milhões, faltando somente a tramitação legislativa para suplementar a verba no orçamento, e dar início ao processo licitatório.

A nova estação resolverá em definitivo o crônico problema de abastecimento hídrico da referida comunidade, salientando que lá já existe uma estação de tratamento, que foi construída sem o menor planejamento para o ponto de captação de água, tornando praticamente inoperante somente quatro anos depois de inaugurada.

Outro projeto que já está aprovado e com recursos liberados é a construção da sede própria da Casa Lar, no valor de aproximadamente de R$ 400.000,00 e que resultará na economia do aluguel do atual imóvel utilizado.

Importante salientar que este e outros importantes projetos que vem sendo liberados junto ao governo federal, são frutos do novo departamento criado no governo Roberto Tatu, na coordenadoria de projetos sob comando de Luciara Amil.

Sob o ponto de vista administrativo, as perspectivas do governo são mais do que otimistas diante do que conseguiram realizar em 2017, operando com um orçamento de 2016, elaborado pelos adversários derrotados, e praticamente no curso da eleição.

sob o ponto de vista da seara política, podemos também vislumbrar em um horizonte não tão longínquo, nuvens turbulentas no desenrolar do exercício administrativo deste ano, assim como ele tem seus mais viscerais adversários no governo do estado, o PR de Garotinho também tem os mesmos adversários em postos estratégicos no governo federal.

Preparem-se para assistirmos as prefeituras aliadas a Garotinho sendo alvo de campanhas orquestradas em redes sociais, e também na grande mídia.

Assim como a Inter-TV está sumida da área, ela pode voltar a frequentar Bom Jesus neste ano, ainda mais quando me sopraram que Paulo Mello seria seu acionista majoritário.


Até a semana santa teremos mitos sinais da temperatura que conduzirá as disputas partidárias de 2018, e o prefeito Roberto Tatu está ciente de que muitos “fenômenos sobrenaturais da política fluminense” poderão agitar a cidade a partir de junho próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário